O que é MFT? Descubra tudo sobre esta solução!

Em um cenário onde os ataques cibernéticos se tornaram uma grande ameaça aos negócios, conhecer e aplicar soluções de MFT para transferência de arquivos segura se tornou essencial para proteger as empresas.

Além da proteção em si, a implementação de regulamentações como a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) no Brasil e GDPR (General Data Protection Regulation) na Europa, obrigou as empresas a ter rastreabilidade sobre os dados, evitando vazamentos que prejudiquem os indivíduos.

Neste artigo, traremos uma visão importante sobre o que é MFT (Managed File Transfer) e como ele contribui para manter a empresa segura na transferência de arquivos. Confira!

O que é MFT?

A sigla MFT significa “managed file transfer” — ou transferência gerenciada de arquivos, em português. Em linhas gerais, o MFT é uma solução para mover documentos com segurança dentro e fora da empresa,  usando como base a criptografia e protocolos de transferências de arquivos.

Além de mover os arquivos com segurança, o MFT é uma solução que oferece visibilidade, rastreabilidade e controle sobre as transferências de arquivos realizadas na empresa.

Por que manter o MFT em sua estratégia de cibersegurança?

Agora que você já sabe o que é MFT, vamos entender qual é a sua relevância para a segurança cibernética das empresas.

Segurança de dados

Violações de dados de alto perfil e transferências com falha podem afetar drasticamente os resultados e a reputação de uma empresa. O MFT oferece uma estratégia de segurança preventiva com monitoramento em tempo real e políticas e controles de segurança de validação para proteger dados em trânsito ou em repouso.

Conformidade regulatória

Requisitos legislativos e do setor normalmente têm dados rigorosos padrões de segurança, tais como:

  • PCI DSS (Payment Card Industry Data Security Standards)
  • Health Insurance Portability and Accountability Act (HIPPA)
  • Basileia II
  • Sarbanes-Oxley Act (SOX)

O uso de um sistema MFT configurado corretamente para criptografar, transmitir, monitorar e armazenar dados confidenciais capacita as organizações a cumprir os protocolos de segurança.

Crescimento de dados

Os dados estão em toda parte e as empresas enfrentam arquivos maiores e mais variados do que no passado. O número de usuários compartilhando arquivos cresceu, assim como o número de terminais e dispositivos. E, à medida que os arquivos ficam maiores, o tempo para movê-los por distâncias globais aumenta. 

Nesse sentido, o MFT traz governança confiável e automatizada para a movimentação de arquivos dentro e fora da empresa e pode acelerar as movimentações de big data em todo o mundo.

Megatendências tecnológicas

A movimentação de arquivos tornou-se mais complexa com a adoção de tecnologias transformacionais. O crescimento de big data, aplicativos em nuvem, inteligência artificial, análise de dados e Internet das Coisas (IoT) valorizam a velocidade e o volume das transferências de arquivos. 

O MFT oferece recursos avançados e suporte para várias plataformas, dispositivos móveis, aplicativos e outras infraestruturas de TI existentes.

Visibilidade

As empresas precisam antecipar os fatores de risco para mitigar os danos. A visibilidade operacional sobre os movimentos de arquivos leva à resolução proativa de problemas, como transferências com falha e melhor conformidade com os compromissos de SLA.

Qual a diferença entre MFT e FTP?

O protocolo de transferência de arquivos original, FTP , é um protocolo de rede padrão que existe há décadas e é usado para a transferência de arquivos confidenciais entre um cliente e um servidor em uma rede de computadores. Ele pode ser usado para trocar e manipular arquivos em uma rede baseada em Protocolo de Controle de Transmissão (TCP)/Protocolo de Internet (IP), como a Internet.

Com o FTP , as credenciais do usuário são enviadas como texto simples e os arquivos não são criptografados quando são transferidos. Com ambos os canais não criptografados, isso deixa os dados vulneráveis ​​a serem interceptados e aproveitados. No entanto, requer um nome de usuário e senha autenticados para acesso.

Junto com as habilidades de criptografia que faltam, também ficam escassos os recursos como automação e não atende aos requisitos de conformidade . Além disso, os usuários de FTP geralmente relatam problemas como erros de conexão e funcionalidade inconsistente também.

Com as soluções MFT, processos manuais demorados podem ser substituídos e as transferências podem ser simplificadas, automatizadas, otimizadas e rastreadas a partir de um ponto central de administração. Os dados podem ser trocados rapidamente entre redes, sistemas, aplicativos e parceiros comerciais com o MFT. 

Essencialmente, as soluções de transferência de arquivos gerenciadas existem para atender às necessidades crescentes de organizações que desejam reduzir seus custos gerais de transferência de arquivos, melhorar drasticamente seus esforços de segurança cibernética e substituir o uso de protocolos de transferência de arquivos vulneráveis, como FTP.

Qual o melhor software de MFT?

Agora que você já sabe a importância do MFT para a segurança das empresas e entendeu suas vantagens em relação ao FTP, que tal conhecer a melhor solução de MFT do mercado?

Com o GoAnywhere, você simplifica a troca de dados com segurança, automatiza processos e ajuda sua organização a economizar tempo e dinheiro.

Agende já uma demonstração da solução global GoAnywhere e veja ao vivo como este software pode transformar a cibersegurança da sua empresa por meio da troca de arquivos segura.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *